Sessão Especial homenageia trabalho social da Pastoral da Criança

outubro 06, 2017


A Câmara Municipal de Camaçari prestigiou nesta sexta-feira (06), com uma Sessão Especial, a Pastoral da Criança, uma entidade de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, ligada à Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz. A sessão foi proposta pelo vereador Adalto Santos (PSD).

O objetivo da Pastoral é promover o desenvolvimento integral e saudável de crianças entre zero e seis anos de idade em seu lar e comunidade, independente de credos e etnias.


A Sessão contou com três palestrantes. A primeira foi a psicopedagoga e fonoaudióloga Danielle Lima, que falou sobre a história da Pastoral da Criança no Brasil; logo após, o Coordenador Estadual da Pastoral, Cosme de Oliveira, explanou sobre os números da instituição em Camaçari. A Pastoral da Criança começou seus trabalhos no município em 1995, 12 anos após o nascimento do projeto no Paraná. Atualmente, a instituição atende 768 crianças em Camaçari, abrangendo 687 famílias, destas 30 são de gestantes. Ele ainda informou que todo o trabalho da Pastoral é feito por voluntariado, que atualmente conta com 109 membros.

Em sua explanação, Dom João Carlos Petrini, bispo da Diocese de Camaçari, afirmou admirar bastante o trabalho da Pastoral da Criança. “É admirável ver tanta dedicação e sacrifício em ajudar aos mais necessitados, revelando uma motivação que nasce dentro do coração”, disse. O bispo informou que no começo da Pastoral a diarreia era a doença que mais matava as crianças, mas que hoje existem outras causas que matam ainda mais. “Muitas mortes hoje são causadas por corações confusos, que só recebem incentivo para se envolverem em brigas e terem uma vida envolvida em dores e mortes”, comentou. Como saída para fortalecer o ensinamento dos bons costumes para a população, Petrini defendeu o projeto que permite as escolas públicas o ensino religioso confessional. “A atual geração está perdendo o gosto por viver, a delicadeza no trato um com o outro, a solidariedade com o mais necessitado”, finalizou.  

“Temos realmente que valorizar um trabalho voltado em prol dos menos favorecidos”, concluiu o vereador Adalto Santos que, na ocasião, engrandeceu a atuação da Pastoral.



Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias