Corte de verbas: Ufba tem cerca de 15% do orçamento de manutenção para este ano bloqueados, diz reitor

outubro 10, 2017

Foto: Margarida Neide / A Tarde
Universidade Federal da Bahia informou que cerca de 15% do orçamento de custeio, destinado à manutenção das atividades da instituição para este ano, estão bloqueados por conta do contingenciamento de verbas feito pelo governo federal. Isso equivale a cerca de R$ 30 milhões, que a instituição aguarda para manter a regularização orçamentária. O dado foi informado durante coletiva realizada nesta sexta-feira (10), para divulgação do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão, que ocorre de 16 a 18 de outubro.


“Do orçamento de custeio, cerca de 15% ainda não foi desbloqueado, o que deve importar em algo perto de R$ 30 milhões ainda a serem liberados para o funcionamento da universidade. Do ponto de vista do capital, temos contingenciamento de cerca de 40%”, explicou o reitor João Carlos Salles. O reitor não detalhou qual o valor do orçamento total da universidade.

As verbas de "custeio" são destinadas a custos como reformas, pagamento de terceirizados, pagamento de luz, água, ou seja, manutenção das atividades da universidade. Já a verba de "capital" serve para aquisição de material permanente, como computador, ar condicionado, mesas e realização de obras.

“Continuamos lutando por verba de custeio, para pagamento de terceirizados e etc; e de capital, para dar continuidade a obras. Ainda estamos brigando por mais limite e por um desbloqueio do nosso crédito, para que aquilo que seja pactuado no orçamento da universidade seja mantido”, disse João Carlos.

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias