Camaçari: Vereadores indicam ações para melhoria da mobilidade urbana e infraestrutura

outubro 03, 2017



A mobilidade urbana na orla de Camaçari foi defendida pela Câmara, na manhã desta terça-feira (03), durante a 12ª Sessão Ordinária do Segundo Período Legislativo.

A Indicação Nº 594/2017, que designa uma linha de ônibus do transporte coletivo para atender o trajeto de Barra do Pojuca a Vila de Abrantes, foi proposta pelo vereador Flávio Matos (DEM), que defendeu a necessidade de integrar as duas localidades. “É uma forma de aproximar os distritos, com uma linha de ônibus específica, horário marcado e com um valor justo, para que as pessoas não precisem ficar à mercê dos ônibus que vêm de outras cidades”, justificou o parlamentar.

O asfaltamento de muitas localidades dos distritos do município voltou a ser assunto de indicações por parte dos edis. No sentido de criar mais proteção aos munícipes, foi feita uma indicação para a construção de duas passarelas na Estrada da Cascalheira, mais precisamente na altura dos quilômetros 1 e 2, próximo ao Parque das Mangabas. “O trânsito é muito intenso nesta localidade que tem crescido bastante, de maneira que as pessoas correm risco todos os dias para atravessarem a via”, justificou o vereador Jackson (PT), solicitante da indicação.

Entre os pedidos feitos ao governador do Estado na sessão desta terça-feira, está a construção de uma escola de Ensino Médio no distrito de Monte Gordo, de autoria do vereador Vaninho da Rádio (DEM), e defendida pela maioria dos vereadores.

De autoria do presidente da Casa, vereador Oziel (PSDB), foi aprovada por unanimidade uma Moção de Repúdio à apresentação do coreógrafo Wagner Schwartz, na ''Mostra Panorama da Arte Brasileira'', realizada na semana passada, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). Na exposição, uma criança aparentando ter cinco anos de idade toca em algumas partes do corpo de um homem nu sobre um tatame.

“A exposição não é arte, e sim uma apologia à pedofilia”, criticou o vereador Adalto Santos (PSD). “Devemos nos posicionar e defender nossas crianças contra esse tipo de atuação, defendendo os direitos garantidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”,  finalizou o parlamentar.

Ascom/CMC

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias