Festa para Nossa Senhora Aparecida deve reunir 5 mil em Camaçari

setembro 13, 2017

Foto: Reprodução


Cerca de 5 mil fiéis da Igreja Católica são aguardados para celebrar neste domingo (17), em Camaçari, a Festa Mariana, que será realizada pela primeira vez na Catedral São Thomás de Cantuária, a diocese local. O evento é em comemoração aos 300 anos do achado da imagem de Nossa Senhora Aparecida — a padroeira do Brasil —  , por pescadores, no fundo do Rio Paraíba do Sul, em São Paulo.

"Temos o compromisso de aprofundar a imagem da mãe do filho de Deus em nossas vidas. Essa é uma festa que homenageia Maria. Eu cheguei até a preparar e distribuir um breve texto para a que todos da comunidade soubessem da sua história”, disse o bispo da diocese de Camaçari, Dom João Carlos Petrini. 

A diocese, fundada em 15 de dezembro de 2010, pelo então Papa Bento XVI, é constituída por vinte paróquias das cidades de Camaçari, Dias D’Ávila, Simões Filho, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Terra Nova e Candeias.

O encontro deve reunir 27 paróquias dos oito municípios da diocese de Camaçari, dentre elas a Paróquia Nossa Senhora das Candeias, de responsabilidade do frei Jorge Luiz Soares.“Vamos sair daqui em 17 ônibus, com 50 pessoas cada, e uma vã com mais umas 15 pessoas. Faremos uma grande festa para celebrar a nossa mãe Maria”, disse o frei.


Os ônibus sairão às 6h de domingo de cada comunidade e se encontrarão na rua Treze de Maio, onde seguirão em comitiva para Camaçari. A Festa Mariana, que começa às 8h30 em seis espaços, faz parte do Ano Nacional Mariano instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e tem como tema “Com Maria, o vinho da alegria não falta (CI, Jo 2)”.

A cidade será dividida por setores, onde vão acolher na parte da manhã os grupos vindos das cidades para momentos de reflexões e louvores. O material de reflexão utilizado ao longo do dia será o Subsídio “Os Mistérios de Maria segundo os Evangelhos”, documento escrito pelo bispo Dom João Carlos Petrini que tem como objetivo apresentar a vida da Mãe de Deus conforme as sagradas escrituras sendo baseados em trechos bíblicos dos Atos dos Apóstolos, livro de Judite e Evangelhos.

Os locais do encontro pela manhã serão as Paróquias de Simões Filho - Escola Iolanda Pires; Paróquias de Madre de Deus, São Francisco do Conde e Candeias – Instituto Federal da Bahia – IFBA; Paróquias de São Sebastião do Passé e Terra Nova – Escola Normal de Camaçari; Paróquias da Orla de Camaçari e Dias D´Ávila – Escola Denise Tavares; Paróquias Santa Luzia (Gleba C), São Tomé (Gleba E) e Ascensão do Senhor (Região da Cascalheira) – Centro Diocesano São João Paulo II; e Paróquias Catedral (Centro), Santana (Gleba A) e Cristo Ressuscitado (Inocoop) – Catedral São Thomaz de Cantuária. “Na parte da manhã, também vamos rezar, refletir  e assistir palestras  e compartilhar experiências de vida”, fala o bispo.

A partir das 14h os fiéis se dirigem em caminhada em direção a Praça da Catedral São Thomaz de Cantuária. O dia de festividade será concluído com apresentações do Ministério Obra de Deus. Desde abril de 2016, a imagem de Nossa Senhora Aparecida está visitando as paróquias e a conclusão da peregrinação será com a jubilar celebração.

A imagem percorreu as cidades de Camaçari, Simões Filho, Candeias, Dias D´Ávila, São Francisco do Conde, Madre de Deus, São Sebastião do Passé e Terra Nova, passando por hospitais, creches, famílias e comunidade em geral, proporcionando momentos de oração e meditação.

Com informações do Correio

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias