Anúncio do novo teto para rombo nas contas fica para segunda

agosto 10, 2017



Após mais de três horas de reunião entre o presidente Michel Temer, os ministros da área econômica e parlamentares, não houve definição sobre a mudança da meta fiscal deste ano e de 2018, informou o Ministério do Planejamento nesta quinta-feira (10).


Participaram da reunião os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, além dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, do Senado, Eunício Oliveira, e líderes do governo no Congresso Nacional.

O governo já chegou à conclusão de que não há escapatória e será necessária a revisão das metas deste ano e de 2018. Para 2017, a meta já é de déficit (despesas maiores que receitas) de até R$ 139 bilhões. Para 2018, o teto para o rombo nas contas públicas é de R$ 129 bilhões.

Havia a expectativa de que as novas metas poderiam ser propostas ao final da reunião desta quinta. Agora elas só devem ser conhecidas na segunda.

Depois de formalizar as propostas, as novas metas precisar ser aprovadas pelo Congresso.


Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias