Tiririca é acusado de assédio sexual por ex-empregada

Nenhum comentário

A ex-empregada do deputado federal Tiririca (PR-SP), Maria Lúcia Gonçalves Freitas de Lima, acusa o parlamentar de assédio sexual. De acordo com publicação do site Metrópoles, o caso foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF) e distribuído na última quarta-feira (28) ao ministro Celso de Mello. 

Em seu relato, Maria Lúcia contou que foi assediada pelo ex-chefe em duas ocasiões. A primeira teria ocorrido em São Paulo, durante uma viagem com a família em gravação do Programa do Jô. Na volta da gravação, o humorista teria lhe agarrado por trás e desabotoado a calça na frente da filha, mulher e dois assessores, que apenas riram da situação.

Depois, narra a denunciante, em uma viagem novamente com a família para Fortaleza, ele teria novamente praticado assédio no decorrer de uma festa. 

Após ter denunciado o deputado, a ex-funcionária diz que passou a ser acusada de extorsão pela esposa do deputado, Naná da Silva Magalhães. 

A defesa do deputado nega as acusações.




Nenhum comentário

Postar um comentário