Petrobras aumenta preços da gasolina em 1,9% e diesel 1,4% a partir de quarta

julho 25, 2017



A Petrobras anuncia para amanhã (26/7) mais um aumento dos preços dos combustíveis. O preço da gasolina nas refinarias sobe 1,9% e do diesel, 1,4%. Como o mercado é livre, os reajustes podem ou não ser repassados na íntegra ao consumidor final.

Desde o início de julho, a Petrobras passou a adotar uma nova política de revisão de preços. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores de combustíveis pois agora, em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a empresa agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais do preço do barril de petróleo. 


Na quinta-feira, o governo federal anunciou o aumento da alíquota dos impostos PIS/Confins que incidem sobre os combustíveis, em um movimento que poderia levar a um aumento de até R$0,41 no litro da gasolina vendido nos postos de combustíveis. No mesmo dia, postos de todo o país elevaram seus preços, mesmo ainda vendendo o estoque do produto adquirido sem o aumento dos impostos. Em Salvador, a gasolina que era vendida a R$ 3,63 na semana anterior, em média, passou a ser comercializada por até R$ 4,25.

A Petrobras anuncia para amanhã (26/7) ,ais um aumento dos preços dos combustíveis. O preço da gasolina nas refinarias sobe 1,9% e do diesel, 1,4%. Como o mercado é livre, os reajustes podem ou não ser repassados na íntegra ao consumidor final.

Desde o início de julho, a Petrobras passou a adotar uma nova política de revisão de preços. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores de combustíveis pois agora, em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a empresa agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente. Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais do preço do barril de petróleo. 

Na quinta-feira, o governo federal anunciou o aumento da alíquota dos impostos PIS/Confins que incidem sobre os combustíveis, em um movimento que poderia levar a um aumento de até R$0,41 no litro da gasolina vendido nos postos de combustíveis. No mesmo dia, postos de todo o país elevaram seus preços, mesmo ainda vendendo o estoque do produto adquirido sem o aumento dos impostos. Em Salvador, a gasolina que era vendida a R$ 3,63 na semana anterior, em média, passou a ser comercializada por até R$ 4,25.

Estadão 

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias