Supremo dá autorização à PF para interrogar Temer

Nenhum comentário

Edson Fachin, atual relator da lava-jato, autorizou nesta segunda-feira (30) que o presidente Michel Temer preste depoimento por escrito no inquérito referente à delação da JBS. 


Temer vai responder perguntas feitas pela Polícia Federal (PF). O interrogatório foi solicitado pela Procuradoria Geral da República e deve ser respondido em 24 horas após a entrega. O ministro também determinou prazo máximo de 10 dias para que o inquérito seja enviado a PF, para que as investigações sejam concluídas.

A investigação também envolve o deputado federal Rafael Loures (PMDB), que foi filmado um recebendo uma mala com R$500 mil de um delator da JBS. 

Correio

Nenhum comentário

Postar um comentário