Delegada vai à casa do BBB para ouvir depoimentos de Emily e Marcos sobre agressão

abril 10, 2017



A delegada Viviane da Costa, Delegacia de Atendimento à Mulher, de Jacarepaguá, está no Projac para ouvir os depoimentos dos participantes do BBB 17 Emilly e Marcos, segundo informou na tarde desta segunda-feira (10) a Rádio Globo, no Rio de Janeiro.

A polícia abriu inquérito para apurar denúncias de agressões contra a gaúcha que podem caracterizar lesão corporal. A delegada Marcia Noeli disse que há momentos em que a participante reclama que está sentido dor por causa do uso da força por Marcos.

Depois da briga em que encurralou Emilly durante uma festa, Marcos terá uma ocorrência registrada. O ocorrência será registrada nesta segunda-feira por ordem da diretora da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, Márcia Noelli, que soube do caso durante o fim de semana. A delegacia foi escolhida por ser mais perto do Projac.

A assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro não soube dizer se houve registros de denúncias feitas por telespectadores, já que a Lei Maria da Penha permita outra pessoa que não seja a vítima denunciar o agressor.

Durante o domingo, a hashtag #MarcosExpulso ficou entre as mais populares no Twitter. No entanto, durante a noite, na exibição ao vivo do programa, a produção deixou clara a decisão de manter o médico na casa, depois de mostrar as brigas do casal ao longo do dia.

Correio

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias