Cratera de 6 metros deixa parte da BR-324 interditada

abril 05, 2017

(Foto: Nilson Marinho / CORREIO)

Os moradores do bairro de Campinas de Pirajá, que vivem às margens da BR-324, levaram um susto na madrugada desta terça-feira (4), quando uma cratera de aproximadamente 6 metros de profundidade se abriu no canteiro do trecho do km 621, no sentido Salvador. Segundo a população, o buraco surgiu na mesma região que a cratera de 2013. 

Segundo o morador Júlio Santiago, 49 anos, no domingo (2), parte do terreno já havia cedido, deixando boa parte do solo comprometido. Ainda segundo o morador, a situação se agravou na terça, quando a terra veio abaixo, deixando o trecho parcialmente interditado.

“Só me dei conta do buraco quando acordei. Era por volta de 5h quando a terra caiu”, afirmou ele que, há cerca de quatro anos, presenciou uma cena parecida nas proximidades. Na época, um outro buraco se formou nas imediações do Porto-Seco Pirajá e ficou três meses ocupando parte do trecho.

De acordo com a Viabahia, concessionária que administra a estrada, o deslizamento de terra foi provocado pelas fortes chuvas que caíram na capital nos últimos dias. Na manhã de hoje, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou cerca de 4 km de congestionamento na região, devido a interdição do trecho para a recuperação da área. Segundo a concessionária, não há previsão para a obra ser concluída.

Conforme o gerente de relacionamento da Viabahia, Carlos Bonini, essa foi a única ocorrência registrada dentro dos 700 km administrados pela empresa “Os altos índices de chuvas nos últimos dias causaram inúmeras ocorrências na cidade. O trecho está recebendo intervenções das nossas equipes técnicas para garantir a fluidez do trânsito e a segurança dos usuários”, afirmou.

Correio

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias