Após fuga de 25 presos, diretores da Seap são demitidos

abril 06, 2017


O governador Rui Costa resolveu demitir quatro funcionários – entre eles dois diretores – da Secretaria da Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), dois dias depois da fuga de 25 presos da Unidade Especial Disciplinar (UED), no Complexo Penitenciário da Mata Escura. As demissões foram publicadas no Diário Oficial do Estado dessa quarta-feira, 5.

Foram exonerados os diretores Eudálio Sales Lisboa, da Superintendência de Ressocialização Sustentável, e Hari Alexandre Brust Filho, da Superintendência de Gestão Prisional.

Além dos diretores, também foram desligados Nilton Manoel do Nascimento, do cargo de assessor técnico, e Suelane Pereira dos Anjos Reis, da função de assessor administrativo.

Nomeações

No mesmo ato, o governador nomeou o ex-superintendente de Administração e Finanças da Assembleia Legislativa da Bahia, Gervásio Prazeres de Carvalho, para a função de diretor da Superintendência de Gestão Prisional. Já o cargo de direção da Superintendência de Ressocialização Sustentável, será ocupado pela ex-prefeita de Umburanas, Mirian Bruno da Silva (PDT).

Para os cargos técnicos foram nomeados Jaqueline Batista da Cruz e Murillo Novaes Santos Machado.

Até a publicação desta reportagem, somente um dos foragidos tinha sido recapturado. A Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) continua as buscas pelos criminosos, acusados por crimes como tráfico de drogas, homicídios e assaltos.

Outras Notícias
© Improta e Andrade Comunicação LTDA
Camaçari em Foco Notícias